contato@e-geoinfo.com.br 55 16 99962 3880

O site da e-Geo é publicado no momento em que a empresa passa a integrar a categoria de Parceiro - Especialista nos produtos e softwares da empresa inglesa Keynetix (http://www.keynetix.com/partners/). A experiência de mais de dez anos na utilização de dados digitais em geotecnia capacita a empresa a apoiar novos usuários no planejamento e implantação da tecnologia, abrangendo treinamento e capacitação de profissionais.


O aplicativo HoleBase SI oferece versatilidade ao usuário final, com pacote básico para elaboração de logs de sondagens e o pacote completo que engloba ferramenta de mapeamento integrada ao banco de dados do Hole Base SI, ao AutoCAD Civil 3-D e ao Microsoft Excell, possibilitando a incorporação consistente dos dados geotécnicos à sistemática BIM (Building Infomation Modelling).


Dados digitais disponíveis em tempo real incorporados a processos de trabalho foram fatores que alavancaram a produtividade nos setores bancários, de comunicação e daqueles com aplicação intensiva de TI nos processos produtivos. Para sua utilização foi necessária a padronização na transferência dos dados e informações entre empresas da cadeia produtiva.


A adoção do dado digital e a reorganização dos processos de trabalho para incorporar os benefícios das novas tecnologias de gerenciamento de dados geológico-geotécnicos resultam em um processo ganha-ganha. Todos os envolvidos são beneficiados e ainda existe redução de custos globais pela eficácia dos processos de trabalho e rapidez no fornecimento de informações para tomada de decisões. Projetos de engenharia de infraestrutura tem sido integralmente concebidos em meio digital, de forma integrada nas empresas e ao longo de todo o ciclo de vida de um projeto (BIM). No Reino Unido, a partir de 2016, uma diretriz legal exigirá que todos os projetos de infraestrutura sejam concebidos em BIM (www.bimtaskgroup.org/).


A cadeia produtiva da geotecnia envolve empresas de investigação de campo, de ensaios de laboratório, de topografia, de projeto e consultoria e de implantação e operação de empreendimento.  Nas etapas de uso intensivo do dado geológico-geotécnico (sondagens, ensaios, instrumentação) o maior beneficiário do uso do dado geotécnico digital são as empresas de projeto e consultoria, pois o recebimento do dado neste formato torna o processo de análise e visualização dos resultados muito eficaz.
Já existe um padrão de dados digitais em geotecnica (www.ags.org.uk) extensivamente utilizado no Reino Unido desde dos anos 90, e que atualmente já difundiu-se oficialmente pela Australia, Nova Zelândia, Hong Hong, Singapura, e é utilizado em diversos locais do mundo.


No Brasil já existem várias iniciativas de uso de dados digitais em geotecnica, principalmente nas etapas de análise dos dados para tomada de decisão, tendo sido aplicado em alguns projetos de mineração e infraestrutura (refinarias, portos e aeroportos), com a digitalização e análise de sondagens e ensaios existentes, utilizando tecnologias de processamento em AutoCAD e Excel vinculados ao banco de dados HoleBase.
O proposta da e-Geo (www.e-geoinfo.com.br) é a implementação de um padrão digital geotécnico brasileiro, o qual requer basicamente a tradução com pequenas adequações do Padrão AGS inglês ou Neozelandes, além de um esforço de divulgação e fomento ao uso pelas empresas geradoras e usuárias dos dados geotécnicos.

2013 - e-geo. Todos os direitos reservados.